Este robô de estimação pode ser o predecessor dos droides de ‘Star Wars’

Na franquia “Star Wars”, droides são robôs-assistentes cheios de personalidade que acompanham os protagonistas por toda parte, como o RD-D2, o BB-8 e o C3-PO. No mundo real, uma empresa parece estar disposta a trazer o conceito à vida.

Vector é o nome do novo robô doméstico produzido pela empresa norte-americana Anki, que também fez o infantil Cozmo em 2016. O Vector é uma versão adulta e para toda a família do Cozmo, com mais recursos e uma complexa inteligência artificial.

Dois pares de rodas e uma esteira permitem que o Vector se movimente por toda a casa de forma autônoma. Ele ainda vem com um sintetizador de voz, câmeras, sensores 3D e microfone para não só reconhecer o ambiente e os donos, mas também para falar com eles.

Ao contrário do Cozmo, o Vector não precisa ser controlado por um smartphone. Ele se mantém constantemente conectado a um servidor na nuvem e responde a comandos de voz. Como a Siri ou o Google Assistente, ele pode gravar lembretes e checar a previsão do tempo, por exemplo.

Um conjunto de animações em seu display dá um toque de personalidade ao robô. Ele até lembra o nome dos donos, de modo que, quando eles voltam para casa após um longo dia fora, Vector os recebe dizendo “olá” e os chamando pelo nome.

Além disso, Vector reage com frustração ao ser retirado do chão ou quando algo ou alguém bloqueia o seu caminho. Ele também se lembra de onde fica o carregador: quando sua bateria começa a se esgotar, ele vai até a estação de recarga sozinho.

Vector é equipado com um processador quad-core APQ8009, da Qualcomm, que possui suporte às suas funções de inteligência artificial. O robô ainda tem uma câmera de ângulo bem aberto que filma em HD e em 120 graus e quatro sensores infravermelhos que o impedem de tropeçar em degraus.

Boris Sofman, fundador e CEO da Anki, diz que a ideia por trás do Vector é naturalizar a relação entre homem e máquina. Seu objetivo, segundo o site Engadget, é colocar um robô em cada lar dos EUA,  que como os droides de “Star Wars”, cheios de personalidade, acompanhem o dono aonde ele for.

O Vector começará a ser vendido nos EUA em outubro por US$ 249, que equivale a R$ 930 em conversão direta, na cotação atual do dólar. Isto se a sua campanha de financiamento coletivo tiver sucesso. A empresa espera arrecadar US$ 500 mil para produzir o robô em massa.

 

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/este-robo-de-estimacao-pode-ser-o-predecessor-dos-droides-de-star-wars/77847

Deixe seu comentário