Software de inteligência artificial pode fazer diagnósticos sem ajuda de médico

Pela primeira vez, a Food and Drug Administration, a agência do departamento de saúde dos Estados Unidos, aprovou o uso de um dispositivo de diagnóstico de inteligência artificial que não precisa de um médico especializado para interpretar os resultados.

Conforme relata o The Verge, o software IDx-DR é capaz de detectar retinopatia diabética, uma doença ocular, através de fotos da retina do paciente. Basta o médico ou o enfermeiro fazer o upload de fotos da retina da pessoa para que o algoritmo possa fazer a análise.

Durante os testes, pesquisadores utilizaram mais de 900 imagens. O programa conseguiu atingir uma taxa de acerto de 87% para casos de retinopatia, além de ter uma taxa de acerto de 90% ao indicar corretamente aqueles que não apresentavam a doença.

O software é autônomo e não necessita que um médico especialista analise os resultados para comprovar o diagnóstico. Ou seja, o programa pode ser usado por enfermeiros e médicos que não sejam oftalmologistas para agilizar a diagnose e início do tratamento.

 

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/software-de-inteligencia-artificial-pode-fazer-diagnosticos-sem-ajuda-de-medico/75436