Inteligência artificial da Microsoft já joga videogame melhor que os humanos

O temor sobre a evolução da inteligência artificial e seu avanço é que as máquinas tornarão os humanos obsoletos. Agora, mais uma demonstração da capacidade foi dada pela Microsoft, que quebrou o recorde de 933.580 pontos alcançado por Abdner Ashman, o maior pontuador em Ms. Pac-Man da história, segundo o site Twin Galaxies.

Não só a máquina superou a marca de Ashman, mas também garantiu que nunca mais seria superada no clássico do Atari 2600, alcançando a pontuação máxima de 999.990, após a qual simplesmente não é mais possível jogar. Ou seja: a inteligência artificial da Microsoft venceu o jogo, algo que nenhuma pessoa viva foi capaz de fazer.

Para obter o resultado, a Microsoft usou uma inteligência artificial desenvolvida por uma empresa chamada Maluuba, que foi comprada no início deste ano. O sistema, batizado de Arquitetura de Recompensa Híbrida, que usa 150 componentes de recompensa, que oferecem um bônus a cada ação correta no jogo, como pegar as bolinhas e fugir de fantasmas. Assim, o sistema foi evoluindo para saber o que priorizar a cada momento, o que permitiu o jogo perfeito.

A escolha por Ms. Pac-Man se deu pelo fato que o game foi desenvolvido para ser menos previsível do que a versão original do game. A ideia é replicar o conceito para situações da vida real que sejam imprevisíveis, muito além dos jogos.

Coincidentemente, quando a Blizzard anunciou uma parceria com o Google para usar a tecnologia da DeepMind para treinar a inteligência artificial do jogo Starcraft 2, o CEO da Microsoft chegou a criticar a ação. Na ocasião, Satya Nadella afirmou que as decisões da empresa em inteligência artificial seriam direcionadas a ajudar pessoas e instituições a resolverem os problemas mais graves da nossa sociedade, e não para vencer humanos em jogos.

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/games-e-consoles/noticia/inteligencia-artificial-da-microsoft-ja-joga-videogame-melhor-que-os-humanos/69040

Deixe seu comentário